Aeroporto Metropolitano no Guarujá

A luta pela abertura do Aeroporto Civil Metropolitano de Guarujá aos voos comercias começa a dar resultados práticos e tudo indica que a Baixada Santista já poderá receber aviões de pequeno porte no segundo semestre deste ano.


Em audiência com o secretário Nacional de Aviação Civil, Roney Saggioro Glanzmann, na quarta-feira (3/2), em Brasília, recebi a informação de que a tão sonhada abertura do aeroporto está perto de acontecer.


Ao insistir no assunto com diversos interlocutores do Governo Federal, inclusive com o próprio presidente da República, percebi um empenho ainda maior da Infraero nesse sentido. A participação da Secretaria Nacional de Aviação Civil também tem sido intensa. Esta postura deixou animado o prefeito de Guarujá, Válter Suman, completamente envolvido nesta luta.


Afinal, o aeroporto atrairá, além de turistas, novos investidores para o Guarujá e toda a região. Quem conhece o Interior do Estado de São Paulo sabe que dezenas de cidades bem menores dispõem de aeroportos, o que muito contribui para aquecer suas economias e gerar novos empregos.


Não se concebe que a Baixada Santista, com sua importância econômica e com o maior Porto da América do Sul, não conte com um aeroporto que receba voos comerciais ou mesmo aviões de pequeno porte.


Mas isso vai mudar. O secretário Roney anunciou a liberação de R$ 2 milhões para as obras da primeira fase de preparação do aeroporto, que incluiu a construção de uma cerca operacional de proteção em torno da pista e instalações.


Roney Saggioro garantiu também mais R$ 1 milhão para a segunda fase. Um termo de compromisso nesse sentido será objeto de reunião na terça feira (9/2) em Guarujá com o prefeito Válter Suman.


Estes recursos virão do Ministério da Infraestrutura, ao qual está subordinada a Secretaria Nacional de Aviação Civil. Tenho que reconhecer também a boa vontade do ministro Tarcísio Gomes de Freitas, já considerado um parceiro da nossa região.


Tenho certeza que esta será uma conquista histórica para a nossa região, que vai aquecer o turismo, gerar novos investimentos e criar novos empregos. Vou continuar acompanhando de perto.








25 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo