CDHU recebe queixas de núcleos de Santos e Guarujá

Lideranças dos moradores do Conjunto Wilson Sório, da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU), em Guarujá, reclamaram de problemas de vazamento de gás, refluxo de esgoto, infiltrações em apartamentos e furos na caixa de água do núcleo.


Antiga representante dos moradores, Mônica Brandão, lembrou que há também necessidade de reparos em quadros de luz e na rede de esgoto. Alertou ainda sobre rachaduras nos apartamentos.


A reunião dos moradores com a CDHU foi marcada pela deputada federal Rosana Valle (PSB), que designou equipe para acompanhar a questão dos problemas do núcleo, muitos deles antigos e que já foram objetos de ações da CDHU.

Os problemas foram levados ao gerente regional da CDHU, que abrange 27 cidades, José Ernesto Furtado de Oliveira, que acionará equipe de vistoria para fazer uma apuração do que foi reclamado e tomar as providências cabíveis.


Ronald Ortelão, do Núcleo de Atendimento Habitacional da CDHU na Baixada Santista, anotou as queixas e deu explicações sobre o andamento de cada situação.


A CDHU também recebeu queixas relativas ao Conjunto Santos O, no Bairro São Manoel. O representante dos moradores, Marcelo Rezende, reclamou de multas lançadas pela CPFL por ligações clandestinas de energia, lembrando que 120 moradores receberam as notificações. Ele foi orientado a recorrer.


Marcelo denunciou ainda o uso indevido de uma área comercial do núcleo por uma empresa de reciclagem, fato que causa mau cheiro e problemas de saúde. Lembrou que o conjunto tem 16 apartamentos fechados que poderiam ser utilizados. A CDHU ficou de ir ao local para verificar a situação e, se for o caso, providenciar a retomada da área ocupada.




16 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo