Com embaixador, deputada sugere criação do Museu da Imigração Japonesa em Santos

O sonho de se criar um museu no casarão da Associação Japonesa de Santos, na Rua Paraná, 129, na Vila Mathias, foi manifestado pela deputada federal Rosana Valle (PL) ao ministro da Embaixada do Japão, embaixador Shuichi Takano e sua comitiva, em visita ao escritório regional da parlamentar. A ideia é valorizar a Imigração Japonesa com uma exposição permanente.


Rosana Valle e o vereador de São Vicente, Jhonny Sassaki, informaram que há um acervo duplicado no Museu da Imigração Japonesa em São Paulo, com peças que poderiam ficar expostas em Santos. Também receberam a comitiva a ex-presidente do Sindicato dos Delegados de São Paulo, Raquel Gallinati, e o médico Valter Makoto, ambos descendentes de japoneses.


No próximo dia 18 de junho se comemora os 114 anos da chegada do navio Kasato Maru a Santos, que trouxe os primeiros 781 imigrantes japoneses. A data marca o início de uma amizade que perdura até os dias de hoje entre os dois povos. A deputada lembrou que o prédio da Vila Mathias foi devolvido em 2006, depois de mais de 60 anos confiscado pelo Governo Federal.


“Posso destinar recursos para ajudar na iniciativa, que teria um grande impulso se apoiada pelo Governo do Japão”, disse a deputada ao ministro, que ficou de levar adiante a proposta.


Rosana lembrou que na Cidade de Kobe, no Japão, há um museu que valoriza a chegada do navio Kasato Maru em Santos. “Está na hora de Santos ter também o seu museu valorizando nossa história com o Japão”, disse.


deputada federal Rosana Valle, Valter Makoto, Shuichi Takano, Japão, ministro da embaixada, câmara federal, Jhonny Sassaki, Raquel Gallinati

32 visualizações0 comentário