Deputada pede manutenção de empregos na privatização do Porto de Santos

Em audiência pública promovida pela Antaq, Rosana Valle quer formação de mão de obra e autonomia às cidades da região.


A manutenção dos empregos das categorias portuárias e também da Guarda Portuária - que faz um serviço especializado - além da autonomia das cidades para resolver seus problemas de infraestrutura, foram preocupações manifestadas pela deputada federal Rosana Valle (PSB) na audiência pública sobre a concessão do Porto de Santos, na Associação Comercial de Santos (ACS), promovida pela Antaq, no dia 10 de fevereiro.


A deputada também disse temer não haver tempo para que sejam tomadas todas as providências, os aperfeiçoamentos e dadas garantias diante do ano eleitoral, principalmente com a saída do ministro Tarcísio de Freitas para disputar o Governo do Estado de São Paulo. Pediu também cursos de qualificação para que os empregos a serem criados sejam ocupados por moradores da região.


O secretário Nacional dos Portos, Diogo Piloni, respondeu à deputada afirmando que o modelo de privatização prevê a manutenção das regras dos contratos dos trabalhadores avulsos e do Ogmo. Afirmou que “está tutelando” a questão da Guarda Portuária, garantindo estabilidade de um ano para os guardas, requalificação profissional e que está aberto às contribuições para tratar deste assunto, que também está ‘sub judice’ no Supremo Tribunal Federal (STF).


Piloni informou que a saída do ministro não afetará a continuidade dos trabalhos no Ministério da Infraestrutura. Disse que estão previstos recursos para a revitalização do Valongo, o ‘empoderamento’ do Conselho de Administração Portuária (CAP), com maior participação das cidades, e que está enfrentando o desafio de formação de mão de obra. “Esta é uma condição vital para o sucesso o Porto de Santos. Estamos nos preparando para uma ação firme nesse sentido, de forma que os novos empregos contemplem os moradores da região”.


audiência, porto de santos, privatização do porto, Guarda Portuária, deputada federal Rosana Valle, Associação Comercial de Santos, Antaq, Ministro Tarcísio de Freitas, Governo Estado de São Paulo, Secretário nacional dos Portos, Diogo Piloni, Ogmo, Supremo Tribunal Federal, Ministério da Infraestrutura,. Conselho de Administração Portuária.

13 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo