Gratuidade acima de 60 anos nos ônibus intermunicipais. A luta continua!

Não acho justo o decreto do Governo do Estado que tirou a gratuidade dos idosos entre 60 e 65 anos nos ônibus das linhas intermunicipais. A medida afetou muitos idosos, inclusive os que são obrigados a fazer tratamento de doenças graves nas cidades da Região e precisam tomar várias conduções. Nas linhas intermunicipais da Baixada, da Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos, EMTU, os idosos com menos de 65 anos agora têm que pagar tarifa cheia.


Apelei à EMTU, do Governo do Estado, que se não pudesse voltar com a gratuidade para todos entre 60 e 65 anos, que ao menos permitisse a isenção da tarifa aos idosos que, comprovadamente, precisam fazer tratamento de doenças graves nas cidades da região, sobretudo durante a pandemia, que agora está ainda mais forte.


A EMTU me respondeu, com parecer do seu Departamento Jurídico, que já concede gratuidade às pessoas portadoras de deficiências, “cuja gravidade comprometa sua capacidade de trabalho”.


A empresa estatal enviou uma relação de incapacidades, disciplinadas pela Resolução Conjunta SS/STM nº 03, de 09-06-2004, das secretarias de Saúde e de Transportes Metropolitanos do Estado de São Paulo.


Trata-se de uma Tabela de Códigos da CID-10, listando deficiências e patologias. Os interessados devem apresentar documentos, laudos e passar por avaliação médica para reivindicar esta gratuidade.


Mas esta resolução não contempla as pessoas que precisam tomar ônibus metropolitanos para tratar câncer, como a Dona Eli Mota dos Santos, de 63 anos, que mora no Japuí, em São Vicente, e que toma quatro conduções para ir e voltar do Hospital Guilherme Álvaro, em Santos.


Por isso propus, na Câmara Federal, uma nova redação para o Artigo 39 do Estatuto do Idoso: “No caso das pessoas, na faixa etária entre 60 e 65 anos, ficará a critério da legislação local dispor sobre as condições para exercício da gratuidade nos meios de transporte previstos no caput deste artigo, salvo quando essas estiverem em tratamento contra câncer e outras patologias, durante o qual será devida a gratuidade”.


Ou seja, aprovada esta mudança no Estatuto do Idoso, a gratuidade será para todos os idosos que precisam se deslocar para fazer tratamento de doenças graves.


Assim, informo o recebimento da resposta da EMTU. Aproveito também para divulgar como obter a gratuidade nas linhas intermunicipais aos que se enquadram nas condições consideradas incapacitantes para o trabalho.


A EMTU informou que os interessados devem procurar as unidades de saúde de suas cidades, cujos endereços estão no site da empresa.


Aos que não conhecem este direito, vejam a Resolução SS/STM número 3, de 9 de julho de 2004, que coloquei no meu site. E informo também que continuarei lutando para que os idosos entre 60 e 65 anos reconquistem a gratuidade que foi cortada, em 30 de dezembro de 2020 (em plena pandemia), por decreto do governador de São Paulo.


Faça download do arquivo:

GRATUIDADE_EMTU
.pdf
Download PDF • 328KB




66 visualizações0 comentário

REDES SOCIAIS

WHATSAPP

  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - Círculo Branco
  • Twitter - Círculo Branco

(13) 99700-4077
(13) 99653-4007

Cadastre-se e receba informações do mandato em seu whatsapp

BRASILIA

Câmara dos Deputados
Palácio do Congresso Nacional
Praça dos Três Poderes - Brasilia - DF
Anexo IV - Gabinete 529
CEP 70160-900
Telefone: (61) 3215-5529

SANTOS

Av. Ana Costa, 146
Salas 301 e 302
Vila Mathias - Santos - SP
CEP 11060-000
Telefone: (13) 3232-1551

Samba The HotShop Agency
Sr.png