REDES SOCIAIS

  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - Círculo Branco
  • Twitter - Círculo Branco

Acompanhe nossas redes sociais

ACOMPANHE!

Cadastre-se e receba informações do mandato em seu whatsapp

BRASILIA

Câmara dos Deputados
Palácio do Congresso Nacional
Praça dos Três Poderes - Brasilia - DF
Anexo IV - Gabinete 529
CEP 70160-900
Telefone: (61) 3215-5529

SANTOS

Av. Ana Costa, 146
Salas 301 e 302
Vila Mathias - Santos - SP
CEP 11060-000
Telefone: (13) 3232-1551

Jovens do Mar

Atualizado: Mar 6


Nosso litoral paulista tem o mar como vocação turística e a culinária caiçara como herança. Apesar disso tenho certeza de que muita gente que mora por aqui nunca entrou no Terminal Público de Pesca de Santos. Ele foi inaugurado em 1958, há 62 anos. Fica ali ao lado da balsa, por sinal a mais movimentada travessia de balsas do mundo. E, bem na porta de entrada do maior Porto da América do Sul.


O TPPS não poderia estar em lugar mais estratégico, movimentado, com grande importância logística e agora turística, já que a Ponta da Praia passa por ampla renovação, com a construção do Centro de Eventos, a reurbanização da orla e a valorização de um dos locais mais bonitos e atraentes para nós.


Temos, de fato, uma atração profunda, genética mesmo, pelas coisas do mar. E por isso é que não consigo mais aceitar o abandono desse terminal público, que já foi o mais importante e movimentado do País.


O TPPS opera hoje com 5% da sua capacidade e tem somente quatro funcionários. Sua decadência é visível. A fábrica de gelo está fechada há quatro anos. Não há manutenção nem recursos para conservação. As coberturas do galpão estão desabando, a ferrugem avança sobre as estruturas, há rachaduras nas colunas e no antigo prédio administrativo. Tudo caminha para a desativação e o abandono. Hoje, poucas embarcações descarregam pescado para compradores, que antes contavam com gelo e toda a estrutura.


Tenho um projeto ousado para o terminal. Proponho a recuperação dos galpões, a retomada da fábrica de gelo para dar melhores condições aos pescadores e compradores de pescado.


Quero mais. Aquela área de 6 mil metros quadrados poderia abrigar cursos de Manutenção de Embarcações e Motores Náuticos, Gastronomia e outras habilidades náuticas, um centro de aprendizagem chamado Jovens do Mar.


O potencial é enorme, pois os píeres de atracação estão de frente para a entrada do maior Porto da América do Sul. O curso de manutenção de embarcações e motores náuticos atenderia necessidade das nossas marinas, que precisam destes profissionais.


O curso de gastronomia aproveitaria os frutos do mar frescos desembarcados, criando mais uma atração turística integrada ao Projeto da Nova Ponta da Praia.


Quero unir no TPPS inclusão social, aprendizagem e turismo. Os turistas poderão visitar o local em frente ao novo Centro de Convenções, degustar frutos do mar preparados pelos jovens e observar o desembarque dos pescadores, como acontece em vários países, aproveitando o grande potencial turístico, acessível aos moradores da nossa região.


Levei pessoalmente esta proposta ao presidente da República Jair Bolsonaro, em reunião de trabalho no Forte dos Andradas, em Guarujá. Ele ficou muito interessado. Viu uma exposição de fotos e informações do terminal. Ligou na hora para o secretário Nacional da Pesca, Jorge Seif Júnior, que virá a Santos para tentar viabilizar minha iniciativa.


Hoje, o terminal, sob a responsabilidade do Ministério da Agricultura, dá uma despesa R$ 2 milhões por ano só com a manutenção. A área original do TPPS, de 26 mil m2, já teve parte autorizada, pelo Governo Federal, para as obras do Centro de Convenções da Nova Ponta da Praia, e outra teve parte cedida para a Polícia Federal, restando os 6 mil m2 hoje em situação precária.


Nosso mercado náutico tem grande potencial de expansão e geração de empregos, tanto em termos profissionais como de lazer. O Estado tem 181 mil embarcações de lazer, com 382 mil usuários. A cadeia produtiva do setor movimenta R$ 5,3 bilhões/ano e emprega 27.500 pessoas.


O Estado de São Paulo registra um barco para cada 248 pessoas, sendo que no Reino Unido esta proporção é de um para 63 pessoas e, nos EUA, de um para 19.


Ou seja, há muito espaço para crescer. Quero dar motivos para todos conhecerem o nosso importante Terminal da Pesca. Vamos entrar lá. Vocês vão gostar.






117 visualizações