Mandato já rendeu mais de R$ 330 milhões para a região

Para que serve um deputado federal eleito por uma região como a Baixada Santista e o Vale do Ribeira? No meu entendimento serve, em primeiro lugar, para ajudar justamente a população da região que o elegeu.


Por isso, informo que destinei, ao todo, até agora, em recursos para a região, mais de R$ 330 milhões. A maior foi de recursos conquistados em gestões diretamente junto ao Governo Federal.


Desse total, R$ 30 milhões foram em emendas parlamentares, sendo 100% destinados para a nossa região. Foram mis de 70 emendas beneficiando hospitais, entidades, infraestrutura urbana, educação, cultura, meio ambiente, políticas públicas para os idosos, entre outros.

Consegui, diretamente com o Governo Federal, a recuperação e reabertura da Ponte dos Barreiros com verba de R$ 58 milhões. Da mesma forma, conquistei a retomada das obras de 1.120 apartamentos no Conjunto Tancredo Neves III, hoje 51% concluídas, garantindo a continuidade ao investimento de R$ 120 milhões. As moradias serão entregues este ano.


E mais: R$ 27 milhões para a retomada do Conjunto Cantagalo, em Guarujá; R$ 30 milhões para revitalização da Avenida D. Pedro, em Guarujá, e também para acessos aos fortes de Itapema e dos Andradas; R$ 8 milhões para saúde da Região; mais R$ 23 milhões para obras de contenção nos morros de Guarujá, São Vicente e Santos afetados pelas chuvas.


Mais R$ 3 milhões para as obras de preparação da abertura do Aeroporto Civil Metropolitano de Guarujá. Junto à Agência Nacional de Aviação Civil, consegui a retomada do curso de Mecânica de Aviação, na Fatec de Guarujá, que estava fechado; mais R$ 3 milhões para o Hospital Guilherme Álvaro, em Santos; abertura dos Correios na Área Continental de São Vicente.


Incluí a banana produzida no Vale do Ribeira na merenda escolar; ajudei a firmar acordo para salvar o Portus da extinção, o fundo de pensão dos trabalhadores portuários; cobrei e consegui medidas de proteção contra a Covid-19 para trabalhadores portuários; pedi e o Ministério da Infraestrutura firmou prazo para viabilizar a obra do túnel Santos-Guarujá, pela iniciativa privada, no primeiro semestre de 2022.


E muito mais, como o incentivo à participação das mulheres na política; o Programa Viver do Governo Federal para Santos; ônibus escolares para cidades da Região; kits do Idoso (carro e computadores) para Baixada e Vale do Ribeira; combati as demissões da Usiminas, entre outras ações.


O trabalho continua. Faço pedidos em todas as esferas de governo. Se os governantes me atendem, agradeço, e vou em frente. Não fui eleita para fazer graça ou demagogia. Meus eleitores querem resultado e não conversa fiada.




7 visualizações0 comentário