Obra na Vila dos Pescadores não precisará de pesquisa arqueológica

Intervenção da deputada federal Rosana Valle permitirá início dos trabalhos


As obras de urbanização da Vila dos Pescadores, em Cubatão, já poderão começar, beneficiando os 18 mil moradores do núcleo. O risco do início do trabalho ser adiado foi descartado por intervenção da deputada federal Rosana Valle (PSB), junto ao Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), que não exigirá mais uma pesquisa arqueológica para autorizar o começo da obra.


A pesquisa arqueológica chegou a ser exigida antes do início da obra porque a intervenção na Vila dos Pescadores estava classificada no chamado Nível 1 do Iphan, que previa, primeiro, esta prospecção. O Iphan costuma exigir uma pesquisa arqueológica por conta da existência de sambaquis em Cubatão.


Os sambaquis são acumulações pré-históricas de conchas e artefatos que podem indicar a presença de povos primitivos que ali viviam, antes da chegada dos colonizadores europeus.


A deputada Rosana Valle pediu a reclassificação da obra ao Iphan, que a considerou no Nível 2, prevendo o acompanhamento durante os trabalhos, sem prejuízo para o recolhimento de algum artefato histórico, caso seja encontrado.


"Aquela comunidade aguarda essas melhorias há muitos anos. Por isso, faço questão de ajudar e vou acompanhar as obras até o final", disse Rosana Valle.


Esta reclassificação permitirá o início dos investimentos em infraestrutura, como drenagem, pavimentação, além da criação de um parque, rede de energia elétrica e até uma escola. Além disso, serão edificadas 674 novas moradias.


A secretária de Habitação de Cubatão, Andrea Castro, estima um investimento de cerca de R$ 40 milhões. “Agradecemos muito à deputada federal Rosana Valle por nos ajudar nesta importante obra para a comunidade da Vila dos Pescadores.”




8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo