União finaliza processo de doação de área à Unifesp

Atualizado: 3 de fev.

Pedido foi feito pela deputada federal Rosana Valle


O contrato de doação do Edifício da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), em Santos, da União para a universidade, foi publicado ontem no Diário Oficial da União. A cessão da área tem como objetivo a regularização do prédio principal do Campus.


A pedido da deputada Rosana Valle (PSB/SP), o cel Mauro Filho, à época Secretário de Coordenação e Governança do Patrimônio da União, SPU, participou, em abril, de uma reunião na Unifesp com o diretor Odair Aguiar e gestores regionais.


Na oportunidade, a universidade apresentou à SPU seus projetos de expansão, sobretudo na área do Edifício onde a universidade realizou investimentos de 3 milhões. Foi feita a solicitação oficial da doação das áreas, já cedidas à Unifesp para ampliação de cursos de graduação, pesquisas e pós-graduação.


O Edifício Acadêmico “Mariângela de Araújo Gama Duarte”, abriga seis Cursos de Graduação (Educação Física, Fisioterapia, Nutrição, Psicologia, Terapia Ocupacional e Serviço Social), além de atividades de pesquisa e extensão. No total são quase 2000 estudantes que se graduam e pós-graduam utilizando aquela Unidade, que conta ainda com o Restaurante Universitário do Campus, uma cantina, um Laboratório de Recursos Audiovisuais e uma WebRadio.


No local também funciona o Instituto de Saúde e Sociedade, que conta com mais de 40 Laboratórios e Núcleos de Pesquisas, um espaço destinado à extensão, oito Laboratórios didáticos, um espaço estudantil, Laboratório de informática, uma Atlética Estudantil, um Núcleo de Apoio ao Estudante (NAE), uma Secretaria Acadêmica e uma ampla Biblioteca. Abriga ainda os setores administrativos de Infraestrutura, Serviços Gerais, Gestão Ambiental, Tecnologia da Informação, que atendem todo o Campus. Cinco Departamentos Acadêmicos estão também alocados neste prédio, além da Direção do Campus.


“Fico feliz que nosso pedido à Secretaria do Patrimônio da União foi atendido. Essa cessão é de extrema importância para garantir maior segurança jurídica para a universidade, que atende uma grande demanda de estudantes da região e é referência na área da educação”, afirma Rosana Valle.


O diretor da Unifesp, Odair Aguiar, afirmou que a interlocução da deputada junto à SPU foi de extrema importância para que a questão fosse resolvida. “A deputada foi quem nos colocou em contato com a Secretaria de Patrimônio da União para essa empreitada e para outras que ainda estão tramitando naquela secretaria. Sem isso, não teríamos obtido êxito!”, concluiu Odair.



Unifesp, deputada Rosana Valle, SPU, Mariângela Duarte

9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo